MSRepórter - Notícias de Campo Grande-MS
17/11/2017
01 de novembro de 2017 às 10h34 | Geral

Segunda etapa do refis oferece descontos de 85% nos juros e na correção monetária

Neste primeiro mês do Refis, 25.286 contribuintes procuraram a Central do IPTU para negociar seus débitos

Por: PMCG

A 2ª etapa do Refis da Prefeitura de Campo Grande começa nesta quarta-feira (1º). Quem não conseguiu aproveitar para negociar seus débitos em outubro, pode ir neste mês todo de novembro. Até o dia 30, os contribuintes que estão em débito com a Prefeitura terão 85% de desconto nos juros e na correção monetária, no pagamento à vista, de taxas e tributos e 75% nas multas.

Neste primeiro mês do Refis, 25.286 contribuintes procuraram a Central do IPTU para negociar seus débitos. A Prefeitura arrecadou R$ 27.102.253,84. No último dia de outubro, 2.966 pessoas passaram pelo local. A Central ficou aberta até que o último contribuinte recebesse atendimento.

O caminhoneiro José Valdeval conta que estava viajando e não conseguiu chegar a tempo do último dia da 1ª etapa, mas continua vendo vantagem no refinanciamento. “Perdi 5% a mais de desconto, porque estava viajando. Entretanto, mesmo com essa pequena perda vale muito a pena negociar. Nunca houve uma redução tão boa assim”, diz.

A dona de casa Jalile Chicrala também aderiu a 2º etapa. “Eu não consegui vir antes, mas os descontos estão muito bons. Eu devia R$ 3,8 mil de IPTU de 2014, 2015 e 2016. Com a negociação parcelada, vou pagar R$ 2,6 mil no final. Não vai pesar para mim e vou quitar minha dívida”, afirma.

Assim como aconteceu neste primeiro mês do Refis, a equipe da Secretaria Municipal de Finanças e Planejamento será reforçada e ficará à disposição do público. A Central do IPTU está localizada na Rua Arthur Jorge, n.500, Centro.

Descontão

Nesta 2ª etapa do Refis, o contribuinte tem 85% de desconto nos juros e na correção monetária no pagamento à vista, e 75% nas multas, das dívidas de tributárias e multas com o município. Exceção para multas de trânsito.

Quem optar pelo pagamento parcelado terá desconto de 70% nos juros e na correção monetária em 6 vezes, e 25% nos juros e na correção monetária em 12 vezes. Multas não serão parceladas.

Comente esta Noticia
Notícias Relacionadas