MSRepórter - Notícias de Campo Grande-MS
21/10/2017
24 de abril de 2017 às 11h34 | Saúde

Segunda fase da vacinação contra a gripe começa nesta segunda

Até 2 de maio a vacinação é exclusiva para público previsto na 1ª e 2ª etapa da campanha

Por: Da Redação
Reprodução

A segunda etapa da campanha de vacinação contra a gripe começa nesta segunda-feira (24) nas 65 unidades de saúde de Campo Grande. A partir de hoje devem ser vacinadas gestantes, puérperas (até 45 dias pós-parto) e crianças de seis meses até cinco anos de idade. A campanha teve início no dia 18 de abril e tem encerramento previsto para o dia 26 de maio.

A coordenadora de Vigilância Epidemiológica da Secretaria Municipal de Saúde (Sesau), Mariah Barros, reforça que até o dia 2 de maio, a vacinação é exclusiva para o público previsto na primeira e segunda etapa da campanha.

“É importante que a população saiba que só serão vacinados aqueles que estão dentro dos grupos atendidos até agora na campanha, ou seja, profissionais de saúde, crianças de seis meses até 5 anos de idade,  gestantes e puérperas. Para os demais a vacinação só será aberta na terceira etapa que começa no dia 2 de maio”, complementa.

Conforme o calendário pré-estabelecido pelo Ministério da Saúde, a partir do dia 2 de maio, além do público citado acima, deverão se vacinar:

Povos indígenas; Idosos com 60 anos ou mais de idade; Adolescentes de 12 a 21 anos de idade sob medidas socioeducativas; Presos e funcionários do sistema prisional; Portadores de doença crônica não transmissível e outras condições clínicas especiais (conforme indicação do Ministério da Saúde); Professores (público ou privado): do ensino básico, ensino médio (regular, especial e educação de jovens e adultos) e do ensino superior.

Todos devem apresentar:

Cartão Nacional de Saúde (CNS) e/ou número prontuário da rede de saúde de Campo Grande (Hygia);

Documento pessoal de identificação;

Caderneta de vacinação.

Grupos específicos devem apresentar, além do Cartão SUS, documento pessoal e caderneta de vacinação:

Profissionais de saúde: carteira de conselho ou holerite;

Gestantes e puérperas: cartão da gestante, laudo médico ou exames com identificação;

Indígenas: cadastro na SESAI.

Doentes crônicos: cópia de laudo médico ou equivalente (do último ano), para arquivo na unidade;

Professores: holerite atualizado.

Comente esta Noticia
Notícias Relacionadas