MSRepórter - Notícias de Campo Grande-MS
21/07/2018
25 de junho de 2018 às 08h11 | Geral

Semed participa de caminhada de conscientização e combate às drogas

A caminhada terminou na Praça do Rádio Clube, região central da cidade

Por: PMCG
Divulgação/PMCG

Alertar a população e divulgar os projetos da Semed (Secretaria Municipal de Educação) e de instituições parceiras referente ao combate às drogas. Este foi o objetivo da Caminhada pela Vida realizada neste sábado (23), pelos conselhos municipal e estadual antidrogas e que fez parte da programação da Semana Nacional Antidrogas, que termina nesta segunda-feira (25).

A ação contou com a presença da secretária municipal de Educação, Elza Fernandes, da secretária-adjunta, Soraia Campos, dos superintendentes de Gestão Administrativa Financeira e de Convênios Finanças da Semed, Valter Pereira, de Gestão de Pessoas, Riverton Francisco de Souza e técnicos da secretaria e do subsecretário de Defesa dos Direitos Humanos, Ademar Vieira Júnior.

Também participaram instituições parcerias que desenvolvem projetos junto à Semed, como a Polícia Civil, além da Amor Exigente, entidade sem fins lucrativos de apoio a dependentes químicos. O grupo se reuniu na praça Ary Coelho e percorreu as ruas 14 de Julho e Barão do Rio Branco, entregando panfletos explicativos sobre o trabalho das instituições e alertando quanto aos prejuízos que as drogas causam no organismo.

Participando pela primeira vez da ação, a estudante Julia Maria, integrante da instituição Paramaçônica Filhas de Jó, contou que o grupo realiza atividades com idosos e crianças e considera fundamental mostrar à população o interesse dos jovens no combate às drogas. “Não é uma guerra perdida. Atitudes como esta caminhada são importantes porque podem ajudar a mudar o comportamento pessoal de alguém que esteja na rua”, disse.

Para a estudante, o debate também deve ser contínuo em sala de aula. “Não pode ficar apenas na Semana Nacional. São momentos que criam abertura para outros temas relacionados à questão. Precisamos unir todos os segmentos e ouvir opiniões diversas”, pontuou.

A presidente do Conselho Estadual Antidrogas, enfatizou a continuidade das ações e da necessidade de dividir esta responsabilidade. “Não é só um problema do governo, é de todos nós. Temos que agregar os esforços porque a única saída é trabalharmos juntos na prevenção na escola, na comunidade e na família. Nosso objetivo é fazer com que nossos jovens façam escolhas saudáveis”, disse.

Presidente do Comad (Conselho Municipal Antidrogas), a secretária Elza Fernandes agradeceu o trabalho das polícias militar e civil. “O trabalho contínuo que vocês fazem em nossas unidades é fundamental, não apenas com relação às drogas, mas também quanto à violência. Nossa batalha é permanente e vai além de uma semana específica, por isso precisamos da ajuda de todos os parceiros”, enfatizou

A coordenadora de grupo do Amor Exigente, Marise Garcia, acreditou que levar a causa para as ruas contribui com a conscientização da população e pode incentivar quem passa pelo problema, a buscar ajuda. “Fazemos um trabalho voltado para as famílias. Temos oito grupos na cidade que realizam reuniões semanais e acolhem quem nos procura. É importante estas pessoas saberem que tem uma luz no fim do túnel”, afirmou.

A caminhada terminou na Praça do Rádio Clube, região central da cidade e contou com apresentação do grupo de danças regonais Camalotes, aula de zumba e realização de exames de saúde por técnicos da Sesau (Secretaria Municipal de Saúde).

 

Comente esta Noticia
Notícias Relacionadas