MSRepórter - Notícias de Campo Grande-MS
22/10/2017
04 de outubro de 2017 às 14h12 | Geral

Tecnologia vai ajudar população da Capital em acesso rápido a informações sobre serviços públicos

De maneira simples e ágil a população vai poder acessar a tecnologia QR Code

Por: PMCG

A Prefeitura Municipal de Campo Grande, por meio da Agetec (Agência Municipal de Tecnologia da Informação e Inovação), vem estruturando o projeto Viva Campo Grande, com o objetivo de fornecer à população acesso rápido às informações sobre os mais diversos tipos de serviços públicos prestados, de maneira simples e ágil através da tecnologia QR Code.

O escopo principal desse projeto será disponibilizar informações importantes e de interesse público através de adesivos e placas que contenham um código QR Code. Em um primeiro momento serão disponibilizados os códigos nos órgãos vinculados à administração municipal, quando o cidadão poderá consultar informações que dizem respeito àquele local específico, como horário de funcionamento das praças, eventos culturais ou informações institucionais.

O procedimento de leitura desse tipo de código é simples: uma vez instalado o aplicativo no aparelho celular a câmera digital deverá ser apontada para o local que contenha o código para leitura, a partir daí o usuário acessará imediatamente um conteúdo específico codificado dentro da imagem.

“O conceito de Cidades Inteligentes agrega o uso de tecnologias atuais e de fácil acesso pelo cidadão, principalmente com informações relacionadas aos serviços públicos, permitindo que as pessoas participem de forma ativa e colaborativa nas ações realizadas pelo poder público”, diz o Diretor Presidente da Agetec, Paulo Fernando Garcia Cardoso.

“A tecnologia QRCode está sendo utilizada em todos os setores da sociedade para rápido acesso às informações, principalmente agora que as mais recentes atualizações das plataformas android e apple incorporaram a leitura do código na própria câmera, sem a necessidade de instalação de aplicativos adicionais”, enfatiza Paulo.

O termo QR deriva de Quick Response, que em inglês significa ‘resposta rápida’. Trata-se de uma imagem semelhante a um código de barras, porém de muito mais fácil decodificação para que o usuário tenha acesso à informação naquele exato momento, sem precisar buscar nos mecanismos de pesquisa da internet ou nas placas de informação disponibilizadas nos órgãos, que muitas vezes não contemplam todas as informações necessárias.

O projeto piloto terá a participação das secretarias envolvidas nas áreas de cultura e turismo, planejamento e desenvolvimento urbano, além do esporte e lazer. Em Campo Grande o uso dessa tecnologia já é realizado em pontos de ônibus, de modo que o usuário pode escanear o código para saber os horários e itinerários das linhas.

Comente esta Noticia
Notícias Relacionadas