MSRepórter - Notícias de Campo Grande-MS
13/12/2017
05 de abril de 2017 às 08h11 | Saúde

Webconferência apresenta estratégias para campanha de imunização contra a influenza em MS

Em Mato Grosso do Sul, a campanha iniciará no do dia 17 de abril

Por: GOVMS

A Secretaria de Estado de Saúde (SES) apresenta nesta quarta-feira (5), às 10h, a estratégia de ações da 19ª Campanha Nacional de Vacinação contra a Influenza nos 79 municípios de Mato Grosso do Sul.

O evento será no gabinete da Secretaria onde o secretário de Estado de Saúde, Nelson Tavares, realizará uma webconferência com os coordenadores dos nove Núcleos Regionais de Saúde (Aquidauana, Dourados, Paranaíba, Ponta Porã, Três Lagoas, Naviraí, Coxim, Nova Andradina e Jardim) e secretários municipais de saúde. Durante a conferência será debatido junto aos municípios quais serão as prioridades para as ações de imunização durante a Campanha.

Em Mato Grosso do Sul, a campanha iniciará no do dia 17 de abril com a vacinação dos grupos prioritários: profissionais de saúde e crianças de 6 meses a menores de 2 anos. Para os grupos de gestantes, puérperas e crianças de 2 anos a menores de 5 anos a campanha será no dia 24 de abril. Já no dia 2 de maio será a vez para os demais grupos tendo o dia 13 de maio como o Dia D de Mobilização.

Para 2017 serão incluídos os profissionais da Educação da rede de ensino básico (Ensino Regular, Especial e Educação de Jovens e Adultos – EJA) e Superior das escolas públicas e privadas. Serão disponibilizadas para o Estado 754.529 doses, sendo a meta estabelecida pelo Ministério da Saúde de vacinar pelo menos 90% da população dos grupos prioritários.

Além dos profissionais de educação, fazem parte do público-alvo: Pessoas com 60 anos ou mais de idade, crianças na faixa etária de seis meses a menores de cinco anos de idade (quatro anos, 11 meses e 29 dias), gestantes puérperas (até 45 dias após o parto), trabalhadores de saúde, povos indígenas, grupos portadores de doenças crônicas e outras condições clínicas, população privada de liberdade e profissionais do sistema prisional.

Comente esta Noticia
Notícias Relacionadas