Menu
Busca terça, 23 de julho de 2024

Lucro do Banco do Brasil cresce 24,7%, para R$ 2,93 bi

11 maio 2011 - 12h02

O Banco do Brasil anunciou ontem lucro líquido de R$ 2,932 bilhões no primeiro trimestre deste ano, com expansão de 24,7% no confronto com o mesmo período em 2010. O resultado é inferior ao contabilizado pelo Itaú (R$ 3,53 bilhões).


A carteira de crédito do maior banco do país, incluindo garantias prestadas e os títulos e valores mobiliários privados, chegou a R$ 397,516 bilhões, com crescimento de 21,2% em doze meses. Com isso, a participação da instituição financeira no mercado doméstico atingiu 19,5% em março, mantendo a liderança no SFN (Sistema Financeiro Nacional).


Os empréstimos para consumidores continuaram em expansão, com alta de 22,5% na análise anual, para R$ 116,487 bilhões, impulsionado pelo financiamento a veículos e operações de CDC salário, que cresceram 36,0% e 23,6% respectivamente em doze meses.


Para empresas, o acréscimo foi de 16,1%, para R$ 148,637 bilhões. No agronegócio (R$ 77,403 bilhões), o crescimento foi de 19,3%.


Considerando apenas o crédito imobiliário, uma das apostas do BB para conquistar mais clientes, o saldo das operações para pessoas físicas e jurídicas alcançou R$ 4,161 bilhões, montante 22% superior ao verificado no 4º trimestre de 2010 e quase o dobro (99%) do contabilizado há 12 meses.
O indicador de inadimplência, que mensura o atraso das operações há mais de 90 dias, recuou de 3,1% do total da carteira em março de 2010 para 2,1% ao final do primeiro trimestre deste ano.


Camila Bertagnolli/Fonte: Folha.com

Deixe seu Comentário

Leia Também

Quer modificar o veículo? CTB prevê que customizações sejam autorizadas pelo Detran
Sala de acomodação sensorial garante espaço reservado para autistas no Bioparque Pantanal
Resiliência: Pantanal Sul-mato-grossense se revela um gigante cheio de vida
Parceria entre governos federal e de MS