Divulgação Fácil
Rivemat
Menu
Busca quinta, 20 de janeiro de 2022

Máscaras produzidas em presídios garantem mais cuidado e proteção a idosos e crianças carentes

08 maio 2020 - 09h38Por Portal do Governo de Mato Grosso do Sul
Até o momento, mais de 1,2 mil máscaras produzidas por detentos já foram doadas a instituições sociais.

A iniciativa acontece graças à atuação da Agência Estadual de Administração do Sistema Penitenciário (Agepen), por meio da Diretoria de Assistência Penitenciária, e conta com apoio de órgãos públicos e empresas parcerias com a doação de insumos.
O trabalho voluntário garante mais dignidade tanto para quem recebe o material quanto para quem confecciona também. É o que revela o interno Walter Romeiro da Rocha Júnior, 37 anos, que cumpre pena no Estabelecimento Penal “Jair Ferreira de Carvalho” há mais de quatro anos e iniciou suas habilidades no corte e costura há dois meses.

“Poder ajudar, de alguma forma, quem está realmente precisando lá fora me traz uma satisfação que não tem preço. Decidi aprender e hoje eu e mais sete colegas produzimos mais de 200 máscaras por dia, trabalhamos duro, mas o que nos motiva é a possibilidade de ajudar o próximo”, afirmou.

No presídio, além das máscaras em tecido e TNT, também são confeccionados uniformes como capotes, gorros, propés, calças, privativos e aventais, proporcionando trabalho a mais oito internos. As peças são doadas ao Hospital Regional de Mato Grosso do Sul e à Secretaria Estadual de Saúde (SES).

Deixe seu Comentário

Leia Também

MS atinge 91% de vacinados acima de 18 anos e Riedel garante testes à população
Fortalecimento de políticas públicas provoca redução de 83,3% nos feminicídios cometidos na Capital
Saúde alerta para aumento na taxa de positividade e internações em Mato Grosso do Sul
Mais Social avança e programa ganha cinco carros novos na Capital