Rivemat
Menu
Busca sábado, 15 de maio de 2021

Desfile das Escolas de Samba fortalece a tradição do carnaval de Campo Grande

25 fevereiro 2020 - 14h30Por Portal do Governo de Mato Grosso do Sul

Desfilaram a Associação Recreativa Herdeiros do Samba, e as Escolas de Samba Unidos do Aero Rancho, Unidos do Cruzeiro e Cinderela Tradição do José Abrão.

A presença do Rei Momo Kleverton Borges, da Rainha Rebecca Dalbinie e das princesas Lara Morena e Raihanny Ribeiro, animando com muito samba no pé a entrada de cada escola que pisava na avenida, contagiou o público: “Fico feliz por vocês estarem aqui. Hoje a noite é nossa”, disse o Rei Momo à multidão.

A rainha Rebecca enfatizou a resistência do carnaval da capital: “Todos nós representamos a força e a resistência do carnaval de Campo Grande. Fico muito feliz de encontrar vocês aqui. Muito obrigada”.

A presidente da Fundação de Cultura de Mato Grosso do Sul, Mara Caseiro, que é amante assumida do carnaval da nossa terra, fez questão de estar presente ao desfile, como em todos os anos.

“O compromisso do apoio da Fundação de Cultura para o carnaval campo-grandense é de nós a cada dia profissionalizarmos nosso carnaval. É um momento festivo de confraternização, de resgate cultural e manutenção da tradição, mas além disso, proporciona o aquecimento da economia, pois os hotéis e restaurantes estão cheios, as pessoas vêm para a capital prestigiar. Apesar de algumas pessoas dizerem que o carnaval é perigoso, estimula a violência, a gente não pode deixar que as pessoas que amam o carnaval fiquem sem ter esse momento festivo em suas vidas”.

Para o presidente da Liga das Escolas de Campo Grande (Lienca), Eduardo Souza Neto, o apoio do Governo do Estado, por meio da Fundação de Cultura, às escolas de Campo Grande é fundamental para a Liga das Escolas: “Além dos recursos financeiros e materiais, recebemos o recurso estrutural.

O que a Liga solicitou nós fomos atendidos de pronto. Ano passado tivemos 27 jurados para julgar 9 quesitos.

Este ano temos 18 jurados, com a participação, pela primeira vez, de jurados do Rio de Janeiro, como uma consolidação do desejo das escolas. Fizemos uma reunião com os presidentes e foi decidido que este ano não haverá premiação em dinheiro, apenas troféus e medalhas, pois os recursos foram repassados para as escolas, para a realização dos desfiles”. 

Deixe seu Comentário

Leia Também

Consórcio Brasil Central autoriza assinatura de contrato para importação da vacina Sputnik V
Novo lote de Coronavac vai acelerar imunização com segunda dose
Levantamento da Agraer abriu caminho para entrega de 1,1 mil títulos em assentamentos no MS
Nova fábrica vai alavancar economia de Ribas do Rio Pardo, avaliam moradores e comerciantes