Menu
Busca segunda, 15 de julho de 2024

Comércio espera aumento de 9,5% nas vendas do Dia das Mães

04 maio 2011 - 12h51


Ofertas especiais, facilidades no parcelamento e vitrines preparadas para atrair a atenção dos consumidores. O Dia das Mães é considerado pelos lojistas a segunda maior data de vendas, depois do Natal. Os presentes mais procurados neste período são roupas, calçados, perfumes, cosméticos, jóias e bijuterias.  A gerente da Uzze de Campo Grande, Fabiane Luiza está otimista em relação às vendas este ano.

“Nossas vitrines apostam na coleção Outono/Inverno para presentear as mães. Já começamos a sentir o aquecimento nas vendas esta semana”, conta Fabiane.

Segundo ela, a loja decidiu juntar as duas coisas que as mulheres mais gostam: Roupa e Beleza. Quem compra qualquer produto concorre a dois vales “Dia de Beleza” no Centro de Estética Morena Mulher. O sorteio é feito pela rádio Capital 95 duas vezes por semana. 

O comércio da Capital estima crescimento entre 6,5 e 9,5% nas vendas do Dia das Mães, comparados com mesmo período do ano passado. Alguns setores podem chegar a 20%. A expectativa é da Associação Comercial e Industrial de Campo Grande.

Nesta semana acontece também a operação especial “Dia das Mães”. Equipes de de fiscalização da Agência Estadual de Metrologia (AEM/MS), órgão delegado do Inmetro e vinculado à Seprotur, estão visitando estabelecimentos comerciais da Capital e do interior do Estado.


Serão fiscalizadas roupas femininas para comprovar se as etiquetas estão em conformidade com as normas vigentes. É preciso que as etiquetas e tecidos correspondam às normas da resolução do Conselho Nacional de Metrologia, Normalização e Qualidade Industrial (Conmetro).

Caso a fiscalização da AEM/MS encontre produtos têxteis irregulares, o comerciante é notificado para apresentar Notas Fiscais que comprovem a origem dos produtos. Peças irregulares são interditadas ou apreendidas.

Se o consumidor suspeitar de algum problema no que diz respeito às etiquetas das roupas pode denunciar na Ouvidoria da AEM/MS: 0800 67 52 20.


 


Karla Lyara

Deixe seu Comentário

Leia Também

Temperaturas permanecem amenas e quinta-feira tem probabilidade de chuva fraca a moderada
Julho das Pretas: governos de MS e Federal debatem ações afirmativas e promoção da igualdade racial
Saúde realiza monitoramento das estratégias de vacinação para pólio e sarampo em MS
Investimento na agricultura familiar sobe 130% em edital de extensão da Fundect