Rivemat
Divulgação Fácil
Menu
Busca segunda, 27 de setembro de 2021

Saúde publica local de prova de processo seletivo para residência médica para Capital

28 janeiro 2019 - 12h18Por PMCG

As provas do Processo Seletivo para Residência de Medicina da Família e de Psiquiatria da Secretaria Municipal de Saúde (Sesau) de Campo Grande acontecem no próximo sábado, dia 2 de fevereiro, a partir das 8h na Universidade Estadual de Mato Grosso do Sul (UEMS). A divulgação do local de prova foi publicada no Diogrande desta segunda-feira (28), na página 6.

Se inscreveram 133 candidatos, sendo 74 para 6 vagos em medicina de família com bolsa de R$ 6.660,86 com acréscimo de 30%, e, 59 inscritos para 2 vagas de psiquiatria com bolsa de R$ 3.330,43.

Os portões da UEMS (Av. Dom Antônio Barbosa, 4155 – Vila Santo Amaro) serão abertos às 7h15 e fecharão às 7h45. O início das provas será exatamente às 8h.

Somente será admitido à sala de prova o candidato que estiver munido de Cédula de Identidade original ou Carteira do Conselho Regional de Medicina (original), ou Carteira de Motorista (original).

O candidato deverá comparecer ao local de prova com, no mínimo, uma hora de antecedência, munido de caneta esferográfica de tinta azul ou preta, lápis preto e borracha.

O candidato receberá uma cópia desse documento via e-mail que tem a finalidade de comprovar a sua inscrição.

Para fazer jus a pontuação adicional o candidato deverá entregar documento que comprove atuação no PROVAB em 2018 ou anos anteriores, emitido pela SGTES – Secretaria de Gestão do Trabalho e da Educação em Saúde.

O candidato deverá entregar na data da prova objetiva (02/02/2019), até 30 (trinta) minutos após o término das provas, em sala especialmente designada. Não serão aceitos documentos em data posterior a estipulada neste item.

Deixe seu Comentário

Leia Também

Pantaneiros destacam efetividade do Estado no combate aos incêndios florestais
Fundação do Trabalho oferta 1.953 vagas de emprego em Mato Grosso do Sul
Operação Fronteiras e Divisas I: MS do Sul é responsável por mais de 50% das drogas apreendidas
Novas leis estaduais promovem educação e bem estar econômico-social em MS