Rivemat
Menu
Busca sábado, 15 de maio de 2021

Macron diz que G7 dará US$ 20 milhões para combater queimadas, mas Bolsonaro questiona interesse da França

26 agosto 2019 - 14h38Por G1

O presidente francês, Emmanuel Macron, anunciou nesta segunda-feira (26) que os líderes do G7 vão providenciar, imediatamente, US$ 20 milhões (cerca de R$ 83 milhões; inicialmente, em entrevista coletiva, o presidente francês havia dito que eram 20 milhões de euros) de ajuda emergencial para combater queimadas na Amazônia.

O anúncio acontece em meio à tensão entre Macron e o governo brasileiro. Mais cedo, o presidente Jair Bolsonaro havia questionado o interesse da França em ajudar a preservar a floresta.

A maior parte do dinheiro dos países ricos seria destinada ao envio de aviões Canadair de combate a incêndios, segundo a agência France Press.

O G7 também propôs uma assistência de médio prazo para o reflorestamento, a ser apresentada na Assembleia Geral da Organização das Nações Unidas (ONU) no final de setembro.

Para recebê-la, o Brasil teria de concordar em trabalhar com organizações não governamentais (ONGs) e populações locais, disse governo francês.Bolsonaro não disse se aceitaria ou não o apoio.

Ao sair do Palácio da Alvorada na manhã desta segunda, comentou: "Será que alguém ajuda alguém – a não ser uma pessoa pobre, né? – sem retorno? [...] O que que eles querem lá há tanto tempo?”.

Pouco depois, pelas redes sociais, o presidente disse ter conversado sobre a Amazônia com o presidente da Colômbia, Iván Duque, e que não se pode aceitar que Macron "dispare ataques descabidos e gratuitos à Amazônia".

Deixe seu Comentário

Leia Também

Consórcio Brasil Central autoriza assinatura de contrato para importação da vacina Sputnik V
Novo lote de Coronavac vai acelerar imunização com segunda dose
Levantamento da Agraer abriu caminho para entrega de 1,1 mil títulos em assentamentos no MS
Nova fábrica vai alavancar economia de Ribas do Rio Pardo, avaliam moradores e comerciantes