Menu
Busca sexta, 19 de julho de 2024

ESPN dos EUA chama Copa-2014 e Rio-2016 de 'Jogos Mortais'

11 maio 2011 - 17h28

O texto intitulado "Deadly Games" (Jogos Mortais, em tradução livre do inglês) compara a forma como o Rio se vendeu na candidatura para sediar ambas competições e o que chama de "a vida real" carioca, que teria escondido os problemas da cidade.


Em alguns trechos, há descrições de ações policiais nos morros cariocas, faz uma comparação do Bope com os Seals (força especial americana, que entre outros, foi responsável por matar Osama Bin Laden) e conta como é feito o combate à violência e às organizações criminosas na cidade. E diz que esses fatos não foram expostos na época das candidaturas, quando "a palavra 'favela' não aparecia" no relatório.


Na edição de fotos do artigo, a ESPN exibe pontos turísticos apenas no início, com imagens da praia de Copacabana no dia em que a cidade foi escolhida como sede dos Jogos de 2016, e no fim, com o Cristo Redentor e o Maracanã ao fundo.


Durante o restante do texto, apenas fotos relacionadas com a violência na cidade: ações policiais nos morros --como o dos Macacos, com um helicóptero derrubado--, as favelas que existem ao redor do Maracanã, um membro do Bope (Batalhão de Operações Policiais Especiais) em uma ocupação e a guerra contra o tráfico.


A ESPN também levanta alguns números, como o de assassinatos no Rio, e os compara com a realidade americana. O número de pessoas que foram assassinadas só na cidade do Rio de Janeiro que é sozinha, quatro vezes maior do que a quantidade de pessoas mortas em todo o território americano em 2010.


Helton Verão/Da redação

Deixe seu Comentário

Leia Também

Quer modificar o veículo? CTB prevê que customizações sejam autorizadas pelo Detran
Sala de acomodação sensorial garante espaço reservado para autistas no Bioparque Pantanal
Resiliência: Pantanal Sul-mato-grossense se revela um gigante cheio de vida
Parceria entre governos federal e de MS