Rivemat
Divulgação Fácil
Menu
Busca segunda, 04 de julho de 2022

Federação Internacional de Voleibol cancela edição 2020 da Liga das Nações

10 maio 2020 - 12h20Por Portal do Governo de Mato Grosso do Sul

De acordo com a entidade, a suspensão deve-se ao avanço da pandemia mundial do novo coronavírus (Covid-19) e, consequentemente, leva em consideração o impacto nas cidades-sede para oferecer condições de segurança, acessibilidade e de alta qualidade. No Brasil, Campo Grande receberia etapa da competição, inicialmente entre os dias 19 e 21 de junho, na fase de grupos masculina, com a participação das seleções de Brasil, Alemanha, Itália e Rússia.

A parada na Capital sul-mato-grossense também marcaria a reabertura do Ginásio Poliesportivo Avelino dos Reis, o Guanandizão, interditado há mais de sete anos e que está sendo reformado com recursos do Governo do Estado.

Esperando encontrar uma data no final do ano, a FIVB havia informado, no dia 13 de março, o adiamento do início da Liga das Nações para depois dos Jogos Olímpicos de Verão, de Tóquio.

No entanto, o evento multiesportivo global foi transferido para 2021, em decisão inédita do Comitê Olímpico Internacional (COI), devido à propagação do vírus. “Dada a natureza evolutiva da pandemia, a complexidade da realização do evento global, em vários países anfitriões e o compromisso de proteger a saúde dos participantes, o Conselho da VNL, o Conselho de Administração da FIVB e os organizadores do evento concordaram em cancelar edição deste ano da VNL.

A FIVB continua trabalhando em estreita colaboração com todas as partes para coordenar o cronograma da VNL 2021”, diz trecho da nota emitida pela FIVB.

Segundo o diretor-presidente da Fundação de Desporto e Lazer de Mato Grosso do Sul (Fundesporte), Marcelo Ferreira Miranda, há expectativa de Campo Grande receber o torneio internacional de vôlei no ano que vem. “Nós já temos o compromisso da Confederação Brasileira de Voleibol (CBV) para manter Campo Grande no calendário da FIVB para a Liga das Nações.

Então, esperamos que o evento não deixe de acontecer”. Para sediar o torneio mundial, o Governo do Estado desembolsou R$ 1,3 milhão de recursos próprios, destinados à CBV e Federação Estadual de Voleibol (FVMS). “O governador Reinaldo Azambuja disponibilizou o recurso para o convênio e garantiu que o repasse está assegurado para a nova data da competição, em 2021. Está tudo certo”, confirma Miranda.

 
What do you want to do ?
New mail

Deixe seu Comentário

Leia Também

No acumulado dos últimos 12 meses MS gerou mais de 40 mil novas vagas de emprego
Socorro do Governo de R$ 1,2 milhão para estudantes da Rede Estadual mantém tarifa de ônibus congela
Governo do Estado nomeia 201 aprovados no concurso público da Secretaria de Saúde
Estudo de viabilidade da ferrovia Malha Oeste avança e licitação pode sair no segundo semestre