Rivemat
Divulgação Fácil
Menu
Busca segunda, 04 de julho de 2022

Linguiça de Maracaju rompe fronteiras e integra lista de produtos protegidos pelo Mercosul

07 julho 2019 - 14h45Por GOV MS

Famosa em todo País, a Linguiça de Maracaju mais uma vez rompe fronteiras e leva o nome de Mato Grosso do Sul para lugar de destaque. Dessa vez, a iguaria entra para uma seleta lista de 220 produtos protegidos pelo acordo comercial firmado entre o Mercosul e União Europeia.

Para Gilson Alves Marcondes, presidente da Associação dos Produtores da Tradicional Lingüiça de Maracaju (APTRALMAR), e filho dos criadores do alimento, essa é mais uma grande conquista. “Para nós é uma alegria imensa. Uma forma de reconhecer e também de preservar a qualidade do produto”, comemora.

Com características únicas, a Linguiça de Maracaju deu origem a tradicional Festa da Linguiça que há 25 anos movimenta a economia não só do município, mas de todo Estado. Outro marco, foi no ano de 1997, quando entrou para edição anual do livro do Guinness Book, como a maior linguiça do mundo feita de uma tripa única do boi, com 31 metros.

No ano de 2016, uma nova conquista: o selo de Indicação Geográfica (IG) emitido pelo Inpi (Instituto Nacional de Propriedade Industrial), garantiu a iguaria, proteção contra falsificações de origem e produção.

Produzida com carnes nobres, a linguiça de Maracaju leva em sua receita, carne bovina, pimenta, sal, cebola, cebolinha e salsa. O toque especial, conforme os criadores, fica por conta da carne picada e o suco da laranja azeda.

 

 

Deixe seu Comentário

Leia Também

No acumulado dos últimos 12 meses MS gerou mais de 40 mil novas vagas de emprego
Socorro do Governo de R$ 1,2 milhão para estudantes da Rede Estadual mantém tarifa de ônibus congela
Governo do Estado nomeia 201 aprovados no concurso público da Secretaria de Saúde
Estudo de viabilidade da ferrovia Malha Oeste avança e licitação pode sair no segundo semestre