Rivemat
Menu
Busca sábado, 15 de maio de 2021

"Alívio e respiro", diz Abrasel sobre prorrogação do ICMS de bares e restaurantes

Donos de bares e restaurantes de Mato Grosso do Sul estão "aliviados" com a prorrogação de 90 dias da cobrança do ICMS pago pelas empresas setor.

16 abril 2021 - 07h32Por Portal do Governo de Mato Grosso do Sul

Anunciada pelo governador Reinaldo Azambuja, a medida beneficia 6.746 estabelecimentos comerciais fortemente afetados pelas ações de combate à pandemia de Covid-19 no Estado.

"É um alívio e um respiro para esse período crítico", destacou o presidente da Associação Brasileira de Bares e Restaurantes de Mato Grosso do Sul (Abrasel-MS), Juliano Battistel Kamm Wertheimer. "Esse anúncio é um começo muito bem recebido para o pacote de medidas de auxílio para o setor", completou.

Líder dos empresários do ramo, Juliano destacou o diálogo aberto com o poder público para minimizar os impactos da crise que surgiu na saúde e atingiu a economia. "Seguimos dialogando para avançar em novas medidas e ter a completa retomada das atividades", ressaltou o presidente da Abrasel-MS.

Prorrogação do ICMS

A prorrogação por 90 dias do pagamento do ICMS dos bares e restaurante atende reivindicação de empresários do setor, da Associação dos Municípios de Mato Grosso do Sul (Assomasul) e de deputados estaduais.

Após o período de três meses, o pagamento do imposto será parcelado em 12 vezes, sem juros ou correção.

Ao anunciar a medida, Reinaldo Azambuja explicou que o Governo do Estado está trabalhando para atender os mais impactados pela pandemia.

“Nós estamos olhando vários segmentos, atendendo pessoas necessitadas. Agora eu anunciei o Mais Social, que vai atender 100 mil famílias de pessoas mais vulneráveis no Estado e acho que é isso que o Estado tem que fazer: dialogar com a sociedade, ver os que estão mais impactados e buscar soluções. Essa é uma solução importante para o segmento mais impactado, que é o de bares e restaurantes”, disse.

O Mais Social é um benefício de R$ 200 mensais às pessoas de baixa renda, por meio de um cartão exclusivo para a realização de compras.

O anúncio da prorrogação do ICMS foi feito pelo governador Reinaldo Azambuja ao lado do presidente da Assembleia Legislativa, Paulo Corrêa, e do secretário de Estado de Fazenda, Felipe Mattos.

Deixe seu Comentário

Leia Também

Consórcio Brasil Central autoriza assinatura de contrato para importação da vacina Sputnik V
Novo lote de Coronavac vai acelerar imunização com segunda dose
Levantamento da Agraer abriu caminho para entrega de 1,1 mil títulos em assentamentos no MS
Nova fábrica vai alavancar economia de Ribas do Rio Pardo, avaliam moradores e comerciantes