Menu
Busca terça, 23 de julho de 2024

PAC: Obras do sistema de esgoto em Ponta Porã estão concluídas

04 maio 2011 - 20h12


As obras de ampliação do sistema de esgotamento sanitário (SES) no município de Ponta Porã estão concluídas. Com recursos do Programa de Aceleração do Crescimento (PAC), no valor de R$ 9,8 milhões, o empreendimento garante um incremento significativo na cobertura de coleta e tratamento de esgoto, saltando de 4% para 31% de atendimento à população. A obra proporciona um processo de tratamento dos dejetos mais moderno e eficaz. A Sanesul elaborou os projetos, foi a responsável pela fiscalização das obras e é a operadora do sistema.


          As obras contemplam a ampliação da estação de tratamento de esgoto ETE Estoril, que dobrou a capacidade de tratamento, passando a 80 litros por segundo. A ETE passa a tratar com reator, filtro biológico e decantador – o que garante uma melhora considerável na qualidade do efluente devolvido à natureza, gerando eficiência superior a 90%.


          A ETE conta com dois reatores anaeróbios de leito filtrante (Ralf), com capacidade de 40 litros por segundo (construção de um e ativação do já existente), um filtro biológico, um decantador, um leito de secagem com 12 células e uma caixa para caminhões limpa-fossas, que têm agora um local próprio para descarregar os dejetos.


          O projeto também abrangeu a construção de duas estações elevatórias de esgoto (EEE) e de um interceptor da margem esquerda do córrego São João Mirim, para direcionar o esgoto da região do conjunto habitacional Coophafronteira e das regiões adjacentes.


          Foram executados 73 quilômetros de redes coletoras, 3,2 mil metros de linhas de recalque e 546 metros de coletor tronco, e implantadas mais de três mil novas ligações domiciliares. As obras do PAC em Ponta Porã foram realizadas na região central da cidade e nos bairros Vila da Saudade, Jardim Ipanema, Santa Izabel, Morumbi, São João e Aroeira, atendendo cerca de 12 mil ponta-poranenses.


          Conforme o gestor da Sanesul em Ponta Porã, José Aparecido Barros Filho, as obras foram todas concluídas, restando apenas a implantação do sistema de telemetria – o que deve ocorrer já nos próximos dias. A telemetria possibilitará a supervisão do desempenho da ETE e das elevatórias a distância.


          O sistema já está operando em sua totalidade e os moradores das regiões beneficiadas estão sendo comunicados pela Sanesul a fazerem a conexão à rede de coleta e tratamento de esgoto.


          A implantação do esgoto preserva o meio ambiente, pois evita que os lençóis freáticos e os rios sejam contaminados, valoriza os imóveis e evita a transmissão de diversas doenças, melhorando a qualidade de vida da população. Os trabalhos foram acompanhados de projeto social para conscientização da importância da coleta e tratamento do esgoto para a conservação da saúde e preservação ambiental.


Helton Verão/Notícias MS

Deixe seu Comentário

Leia Também

Quer modificar o veículo? CTB prevê que customizações sejam autorizadas pelo Detran
Sala de acomodação sensorial garante espaço reservado para autistas no Bioparque Pantanal
Resiliência: Pantanal Sul-mato-grossense se revela um gigante cheio de vida
Parceria entre governos federal e de MS