Menu
Busca domingo, 19 de maio de 2024

Educadores completam 17 dias em greve em Dourados

01 agosto 2014 - 12h55Por Mariana Anjos / Informações Dourados News

Em greve desde o dia 15 de julho, [17 dias], os educadores ainda não conseguiram um acordo com o governo municipal. De acordo com o presidente do Simted (Sindicato Municipal dos Trabalhadores em Educação) de Dourados, João Vanderley Azevedo, ainda falta o diálogo com o prefeito Murilo Zauith (PSB).

“O prefeito esteve na cidade nesta semana, mas não nos recebeu, desde o início da greve foram enviados cinco ofícios além de vários dias em que ficamos parados em frente ao CAM (Centro Administrativo Municipal)”, disse.

Na manhã desta sexta-feira (1º) os professores se reunirão em nova assembleia para definir as próximas ações do movimento. De acordo com a secretária municipal de educação, Marinisa Misoguchi, a situação continua a mesma, ou seja, ainda sem acordo, pois o prefeito está cumprindo agenda fora da cidade.

Greve

A greve continua apesar da liminar que foi expedida na segunda-feira (28) pelo TJMS (Tribunal de Justiça de Mato Grosso do Sul) impondo que pelo menos 80% dos servidores mantenham suas atividades normalmente.

As principais lutas dos servidores da educação são pela inclusão de servidores administrativos no PCCR (Plano de Cargos, Carreira e Remuneração) e também a implantação do piso nacional de 20 horas.

 

Deixe seu Comentário

Leia Também

Summit Brazil-USA: Mato Grosso do Sul destaca política agroambiental e programa Carbono Neutro
Governo de MS envia insumos e equipe especializada para auxiliar no resgate de animais no RS
Operação Cosud: 333 pessoas presas e 3 toneladas de drogas apreendidas em MS
Avistar Brasil: MS participa do maior evento de observação de aves da América Latina