Menu
Busca terça, 23 de julho de 2024

Ministério libera R$ 16,5 mi para construir pontes de concreto danificadas pelas chuvas

06 maio 2011 - 10h45

O Ministério da Integração Nacional (MI) emitiu ontem à tarde (05) uma ordem bancária  [repasse de recursos] com a liberação de R$ 16,5 milhões para o Governo de Mato Grosso do Sul investir nas ações de recuperação, reconstrução e restabelecimento de infraestrutura atingida pelas chuvas. O recurso é parte dos R$ 30 milhões obtidos pelo governador André Puccinelli e já empenhados para o Estado reconstruir em concreto as pontes de madeira que foram danificadas ou destruídas pelas últimas enchentes. 
De acordo com o secretário de Obras Públicas, Wilson Cabral os projetos executivos já estão sendo finalizados para serem colocados em prática e estes primeiros recursos devem ser priorizados para a construção de pontes que foram destruídas. “A previsão é de iniciar estas obras já este mês e vamos reconstruir as pontes que caíram e priorizar também aquelas que estão oferecendo risco para a população”, informou. 
         Conforme Wilson Cabral seis pontes foram destruídas causando o isolamento de comunidades: a ponte sobre o rio Aquidauana no km 0,5 da MS-450, próximo ao Distrito de Piraputanga; a ponte sobre o rio Barreiro, no km 7, da MS-483, na região de Paranaíba; a ponte sobre o rio Coxim, no km 98,6 da MS-142 em Coxim; a ponte sobre o córrego Alegria, no km 21 da MS-423, também no  município de Coxim, além de duas pontes sobre o rio Anhanduí na MS-340 e MS-134.
         Recursos
A aprovação dos recursos foi uma resposta ao pedido de André de cerca de R$ 35,5 milhões para refazer mais de três dezenas de pontes que sofreram estragos total ou parcial em função de enxurradas e inundações causadas pelas chuvas. O governo do Estado vai reconstruir aproximadamente 1.700 metros de pontes nas estradas estaduais por meio do projeto “Resposta aos Desastres e Reconstrução”, implantando estrutura de concreto em substituição a pontes de madeira. 
         No plano de trabalho enviado ao MI, o governo do Estado demonstrou que o excessivo período de chuva provocou danos e destruição de diversas pontes e rodovias estaduais vitais ao trânsito de pessoas e veículos, prejudicando, inclusive, o escoamento da produção agropecuária, e provocando isolamento de áreas. 
Técnicos das unidades regionais da Agência Estadual de Gestão de Empreendimentos fizeram um levantamento detalhado que identificou estragos ou destruição total de 37 pontes. Para fazer a reconstrução e implantar estruturas de concreto totalizando 1.714 metros de novas travessias, o Estado calculou necessidade de investir R$ 35,5 milhões, e obteve aval do Ministério para repasse R$ 30 milhões. 
         Entre as estruturas danificadas, há pontes de pequena extensão, como 10 metros, até grandes travessias, como a ponte de 108 metros sobre o Rio Pardo. Confira a relação de pontes de madeira danificadas e que serão reconstruídas.


 


Ida Garcia/Fonte: Notícias MS

Deixe seu Comentário

Leia Também

Quer modificar o veículo? CTB prevê que customizações sejam autorizadas pelo Detran
Sala de acomodação sensorial garante espaço reservado para autistas no Bioparque Pantanal
Resiliência: Pantanal Sul-mato-grossense se revela um gigante cheio de vida
Parceria entre governos federal e de MS