Menu
Busca segunda, 15 de julho de 2024

Governador garante recuperação da ponte em Corumbá

10 maio 2011 - 20h00

As cidades de Corumbá e Ladário não ficarão isoladas em função do problema que ocorreu na ponte sobre o rio Paraguai, causado pelo choque de uma barcaça carregada de minério. A garantia foi dada pelo governador André Puccinelli após vistoria feita na manhã de hoje em companhia de técnicos do Estado (secretários Wilson Cabral- de Obras e Carlos Negreiros – de Planejamento), do diretor regional do DNIT, Marcelo Miranda e do autor do projeto da ponte, Vicente Garambone.


Segundo o governador, a obra é federal, mas o Estado vai executar e esperar o ressarcimento da implantação da BR262 e da construção da ponte.


Conforme Puccinelli, as obras, além de recuperar o trecho danificado, também vão proteger os pilares da ponte. Foi num dos pilares, que não estava protegido, que a embarcação se chocou, no domingo.


A inspeção na pista durou cerca de 40 minutos e, neste período, a PRF (Polícia Rodoviária Federal) interrompeu o tráfego de veículos.


O trânsito de veículos - leves e pesados – foi totalmente liberado desde que sejam tomadas algumas precauções, como trafegar em baixa velocidade e guardar distância que ofereça segurança entre os veículos, evitando, assim, que venha ocorrer algum problema. A fiscalização do local ficará a cargo da Policia Rodoviária Federal.

De acordo com Puccinelli, que comentou o problema logo após encerrada a vistoria, "o tráfego está liberado, mas em baixa velocidade e isso vai ser monitorado pela Polícia Rodoviária Federal (PRF). As cidades de Corumbá e Ladário não ficarão ilhadas". Já, o engenheiro Vicente Garambone afirma não haver “risco iminente” e que os trabalhos de inspeção e de monitoramento do local devem prosseguir.


Helton Verão/Da redação

Deixe seu Comentário

Leia Também

Temperaturas permanecem amenas e quinta-feira tem probabilidade de chuva fraca a moderada
Julho das Pretas: governos de MS e Federal debatem ações afirmativas e promoção da igualdade racial
Saúde realiza monitoramento das estratégias de vacinação para pólio e sarampo em MS
Investimento na agricultura familiar sobe 130% em edital de extensão da Fundect