Menu
Busca terça, 25 de junho de 2024

Operação Piracema prende 39 pessoas e aplica R$ 57,7 mil em multas

31 janeiro 2012 - 14h34

Durante a Operação Piracema, a Polícia Militar Ambiental prendeu 39 pessoas por crime ambiental, apreendeu 622 kg de pescado e aplicou R$ 57,7 mil em multas.


A Operação começou no dia 1º de novembro no Rio Paraná, e no dia 5 de novembro na bacia do Rio Paraguai. A Polícia Militar Ambiental intensificou a fiscalização em pontos críticos como cachoeiras e corredeiras.


Conforme levantamento da PMA, o número de prisões corresponde a 1/3 da quantidade de presos na piracema passada, que foi de 98. Em dezembro, apenas dois pescadores foram presos, no entanto, em janeiro, foram 13 presos, quase a mesma quantidade dos outros dois meses anteriores.


A quantidade de pescado apreendido dobrou com relação aos dois meses anteriores. Foram aplicadas multas que chegaram a R$ 57.770 mais do que o dobro dos dois meses anteriores que foi de R$ 22.820.


Houve aumento de redes de pesca apreendidas no início da piracema. As apreensões foram principalmente nos lagos das Usinas Hidrelétricas do Rio Paraná.


Além da pesca predatória foram registrados crimes contra a flora, com autuações por desmatamento, incêndio e exploração e transporte de madeira ilegal.


Pesque e solte


A partir desta quarta-feira (1), será permitida a pesca na modalidade pesque-solte somente na calha do Rio Paraguai. A PMA ressalta que é crime não soltar o peixe. Os policiais vão intensificar a fiscalização na região para prevenir a pesca predatória.


Adriana Oliveira

Deixe seu Comentário

Leia Também

Lei: Semana de Conscientização sobre a Cardiopatia Congênita é instituída em MS
Semana começa com Funtrab oferecendo 4,4 mil vagas de emprego em todo o Mato Grosso do Sul
Em projeto para "60+" apoiado pelo Governo de MS,
Bombeiros combatem incêndios florestais perto da Estrada Parque e em Porto Murtinho