Rivemat
Menu
Busca sábado, 15 de maio de 2021

Com obra em pleno vapor, nova sede do DOF vai modernizar ações no combate ao crime na fronteira

21 fevereiro 2021 - 13h00Por Portal Governo de Mato Grosso do Sul
Com as obras em pleno vapor, a construção da nova sede do Departamento de Operações de Fronteiras (DOF) em Dourados além de dar mais espaço, comodidade e melhores condições de trabalho aos policiais, ainda será importante para ampliar as ações e atividades tecnológicas no combate ao crime na região de fronteira.

“Além da comodidade e espaço maior no novo local, poderemos ampliar as ações tecnológicas, com serviço de inteligência e até mais espaço para recebermos as denúncias da população por telefone, o que vai contribuir para o nosso trabalho”, explicou o diretor do DOF, o coronel Wagner Ferreira da Silva.

“Desta forma poderemos ampliar as ações de combate ao crime na fronteira, sendo um projeto ousado do governo estadual para este enfrentamento, por isso estamos dando passos maiores”, descreveu o diretor. Ele citou inclusive a criação de um heliponto e aquisição de um helicóptero para fortalecer as atividades.

A sede vai ter auditório, alojamentos, salas de aula, cozinha, refeitório e ambientes administrativos. A unidade policial ainda terá salas de logística, inteligência, investigação e cartórios, entre outras dependências.

“A sede atual ficou pequena. Ela tem mais de 25 anos. Como a área de atuação do DOF aumentou desse tempo para cá, precisávamos de um complexo moderno para atender toda a demanda. Todo o dinheiro está depositado em conta. Queremos acelerar ao máximo a construção para termos esse prédio pronto em um ano”, afirmou o governador Reinaldo Azambuja (PSDB).

Apreensões e reconhecimento nacional

Com apreensões recordes de drogas no ano passado, o DOF ganhou reconhecimento nacional por seu combate ao crime organizado, neste trabalho de enfrentamento ao tráfico de entorpecentes e armas. A nova sede vem para consolidar este trabalho de excelência.

“O DOF vai ter sua sede própria, nada mais justo. Com a ausência das forças federais na fronteira, é a única polícia presente em muitas estradas na Linha Internacional, e há muito tempo vem realizando, junto com as outras forças de segurança, as maiores apreensões de drogas do País”, ressaltou o governador.

Deixe seu Comentário

Leia Também

Consórcio Brasil Central autoriza assinatura de contrato para importação da vacina Sputnik V
Novo lote de Coronavac vai acelerar imunização com segunda dose
Levantamento da Agraer abriu caminho para entrega de 1,1 mil títulos em assentamentos no MS
Nova fábrica vai alavancar economia de Ribas do Rio Pardo, avaliam moradores e comerciantes