Rivemat
Menu
Busca sábado, 15 de maio de 2021

Convênio garante mais R$ 1,351 milhão para ações de combate a incêndios em MS

26 setembro 2020 - 18h55Por Portal do Governo de Mato Grosso do Sul
Os recursos integram o 2º Plano de Trabalho elaborado pela Defesa Civil do Estado e complementam a verba anterior já repassada pelo governo federal, de R$ 3,8 milhões, que estão sendo aplicados no custeio das ações de combate aos incêndios no Pantanal e no Parque Estadual das Nascentes do Rio Taquari.

“Com esse recurso extra vamos comprar mais equipamentos (EPIs) de segurança para os bombeiros e brigadistas, também fazer a contratação de 21 brigadistas, custear alimentação e combustível para as equipes. É uma ajuda extremamente importante tendo em vista que os trabalhos continuam tanto no Pantanal quanto do parque do Taquari e teremos semanas críticas pela frente, com muito calor e sem possibilidade de chuvas”, disse o secretário de Meio Ambiente, Desenvolvimento Econômico, Produção e Agricultura Familiar (Semagro), Jaime Verruck.

O anúncio da liberação dos recursos foi feito durante a apresentação dos resultados dos trabalhos de combate aos incêndios em live transmitida pelo Facebook do Governo do Estado, às 11h30 desta sexta-feira (25). Mais de 340 pessoas estão trabalhando para debelar as chamas em três principais regiões do Estado, mas o sinal de alerta contínuo devido às condições propícias para novos incêndios.

Com o 1º Plano de Trabalho apresentado ao governo federal, Mato Grosso do Sul recebeu R$ 3,8 milhões do Ministério de Desenvolvimento Regional para ampliar as ações de combate aos incêndios florestais que atingem os biomas Pantanal, Cerrado e Mata Atlântica. Os recursos foram liberados no dia 15 de setembro, durante agenda do ministro Rogério Marinho com o governador Reinaldo Azambuja, em Campo Grande.

O apoio financeiro possibilitou que o trabalho, que já vinha sendo realizado há mais de 90 dias no Pantanal, fosse estendido aos biomas da Mata Atlântica e do Cerrado, em especial ao Parque Estadual das Nascentes do Taquari, no município de Alcinópolis, que enfrenta situação crítica e já teve 50% de sua área consumida pelo fogo.

A força-tarefa de combate ao fogo é monitorada pelo Imasul (Instituto do Meio Ambiente de Mato Grosso do Sul). No Pantanal, o trabalho de combate às chamas é feito por brigadistas do Ibama/Prevfogo e militares do Corpo de Bombeiros (Mato Grosso do Sul e do Paraná), além de militares da Marinha.

Deixe seu Comentário

Leia Também

Consórcio Brasil Central autoriza assinatura de contrato para importação da vacina Sputnik V
Novo lote de Coronavac vai acelerar imunização com segunda dose
Levantamento da Agraer abriu caminho para entrega de 1,1 mil títulos em assentamentos no MS
Nova fábrica vai alavancar economia de Ribas do Rio Pardo, avaliam moradores e comerciantes