Menu
Busca segunda, 15 de julho de 2024

Investigação indica que agente da PF matou PM em Dourados

09 maio 2011 - 11h42


Investigações preliminares apontam que o policial federal Leonardo de Lima Pacheco, 35 anos, foi o responsável pela morte do policial militar do Serviço Reservado (P-2) do 3º Batalhão de Polícia Militar de Dourados, Sandro Alves Morel, 36 anos e o ferimento no também policial militar José Pereira de Souza, 29 anos.

O caso está sendo acompanhado pelo Comandante do Policiamento do Interior Coronel José César de Souza Arar; pelo comandante do 3º Batalhão de Polícia Militar de Dourados; pelo delegado da Polícia Federal de Dourados Bráulio Galoni e pelos delegados da Polícia Civil de Dourados Sandro Márcio Pereira e João Alves de Queiroz.

Segundo informações dos investigadores o caso começou com uma conversa entre o policial federal e uma guarda municipal cujo nome está sendo preservado através do MSN, quando o agente propôs uma “transa” com a guarda sem saber de quem se tratava prometendo pagamento em drogas.

De posse da informação a guarda municipal entrou em contato com a Polícia Militar através do Ciops (Centro Integrado e Operações) que repassou o caso para o Serviço Reservado.

Na tarde deste domingo os PMs Sandro Alvares Morel e José Pereira de Souza, acompanhados pela guarda, foram até o apartamento do policial federal, no residencial Indaiá, localizado na rua Elias Milan, no jardim Flórida, para fazer o flagrante.

Ao chegar ao local o PM Sandro e a guarda bateram na porta do apartamento de agente federal que abriu e permitiu a entrada, mas quando Sandro Morel disse do que se tratava o federal recuou alguns passos e sacando de uma arma efetuou seis tiros contra o policial que morreu no local.

Ao ouvir os disparos o PM José Pereira de Souza entrou no local já armando e atirou contra o agente federal que foi ferido na barriga, mas ele conseguiu reagir e feriu o PM em uma das pernas.

O agente federal está internado no hospital Santa Rita de Dourados sob custódia da Polícia Civil e deverá ser autuado em flagrante por homicídio e tentativa de homicídio.


 


Karla Lyara/Fonte:Dourados News

Deixe seu Comentário

Leia Também

Temperaturas permanecem amenas e quinta-feira tem probabilidade de chuva fraca a moderada
Julho das Pretas: governos de MS e Federal debatem ações afirmativas e promoção da igualdade racial
Saúde realiza monitoramento das estratégias de vacinação para pólio e sarampo em MS
Investimento na agricultura familiar sobe 130% em edital de extensão da Fundect