Menu
Busca sexta, 19 de julho de 2024

Outros ex-vereadores estão na mira do Gaeco

02 maio 2011 - 14h02


A Operação “Câmara Secreta” do Grupo de Atuação Especial de Repressão ao Crime Organizado (Gaeco) já ‘mira’ outros ex-vereadores de Dourados que foram cassados pela Câmara este ano ou renunciaram, envolvidos na Operação Uragano que também levou para cadeia o então prefeito Ari Artuzi e outros políticos. O site Douradosagora apurou que as novas investigações surgiram com base nos depoimentos colhidos na última sexta-feira, quando foram presos os ex-vereadores Sidlei Alves e Humberto Teixeira Júnior, além do ex-assessor parlamentar Rodrigo Terra e do ex-diretor financeiro da Câmara Amilton Salinas, acusados de participação na suposta ‘máfia dos consignados’.

Conforme informações, os denunciados teriam colaborado com a polícia e revelado novos fatos que serão investigados. De acordo com informações do Gaeco, os depoimentos e a apreensão de documentos e equipamentos serviram para esclarecer muitos fatos, como era previsto.

Ainda na última sexta-feira, logo após as prisões, os advogados dos envolvidos entraram com pedido de habeas corpus. Todos aguardam parecer do Ministério Público Estadual, que deve ser feita no decorrer desta semana e julgamento do Judiciário.


 


Karla Lyara/Dourados Agora

Deixe seu Comentário

Leia Também

Quer modificar o veículo? CTB prevê que customizações sejam autorizadas pelo Detran
Sala de acomodação sensorial garante espaço reservado para autistas no Bioparque Pantanal
Resiliência: Pantanal Sul-mato-grossense se revela um gigante cheio de vida
Parceria entre governos federal e de MS