Menu
Busca segunda, 15 de julho de 2024

Centro de Convivência nos Jogos Escolares de MS promove novas amizades entre estudantes-atletas

O Centro de Convivência é considerado o 'coração' dos Jogos Escolares da Juventude de Mato Grosso do Sul.

21 junho 2024 - 09h07Por PORTAL DO GOVERNO DO ESTADO DE MS

Na etapa de 12 a 14 anos, realizada em Campo Grande, o espaço fica na área especial do Centro de Desenvolvimento Social e Cultural Antônio Baião Farias Santos, o Cedesc. É um local onde os atletas participantes se encontram para diversas atividades esportivas e culturais, promovendo a formação de novas amizades.

Fernando José Quadros, coordenador administrativo e do Centro de Convivência, explica a origem da ideia. “O Centro de Convivência foi inspirado na etapa nacional dos Jogos. Quando o professor Marcelo Miranda assumiu a Fundesporte, ele nos pediu para replicar o modelo nacional. O objetivo é diminuir o clima de competição entre os atletas. Eles vêm para competir, mas aqui têm a oportunidade de relaxar e socializar.”

Durante as refeições, almoço e jantar, os atletas têm um espaço dedicado ao convívio. “Queremos quebrar o clima competitivo e permitir que atletas de diferentes municípios convivam e participem de atividades juntos. Este ano, oferecemos oficinas de basquete, badminton, tênis de mesa e futebol de mesa, além de dinâmicas em grupo que incentivam a cooperação entre municípios,” completa Fernando.

Fernando destaca que, sendo uma competição escolar, é importante aliviar a pressão sobre os adolescentes. “Os jovens chegam com a expectativa de ganhar, mas aqui percebem que a experiência e as amizades são mais valiosas. Temos delegações de diferentes regiões, como Ponta Porã, predominantemente composta por paraguaios, que interagem com atletas de Sonora, ao norte do estado. Essa troca cultural é enriquecedora e só possível graças ao Centro de Convivência, que promove o fair play e a confraternização após as competições”.

O Centro de Convivência oferece várias atividades ao longo do dia. “Mantemos oficinas abertas do início ao fim dos jogos e organizamos dinâmicas que resgatam brincadeiras antigas, como pula-corda e desafios de embaixadinhas. Estas atividades formam grupos com atletas de diferentes municípios, transformando rivais em amigos,” explica Fernando. “Além disso, oferecemos palestras sobre temas relevantes, como a prevenção ao uso de drogas, conduzidas por especialistas, incluindo um policial militar voluntário.”

O Centro de Convivência funciona durante o almoço com oficinas e dinâmicas, e das 18h às 21h com palestras, apresentações culturais e eventos como o tradicional desfile de Miss e Mister. Este ano, também será realizada a Noite dos Municípios, uma novidade no evento.

Matheus Isobe, da equipe de atletismo de Coxim, expressa seu entusiasmo. “Eu adoro tênis de mesa e atletismo. Este evento está sendo incrível, muito interativo para todas as idades. Estou conhecendo muitas pessoas de diferentes lugares”.

Daniel Eugênio da Paz Neto, da equipe de tênis de mesa de Paranaíba, participa pela primeira vez e está encantado. “Está muito legal, a Fundesporte está de parabéns. No Centro de Convivência, interajo com atletas de diferentes modalidades e estou fazendo muitas amizades”.

Sara de Paula Batista, também de Paranaíba, está em sua segunda participação nos Jogos. “A organização está de parabéns. Joguei tênis de mesa e badminton, conheci muitas pessoas na abertura. Participar dos Jogos é emocionante, especialmente depois de conquistar o terceiro lugar no ano passado”, relata.

Deixe seu Comentário

Leia Também

Temperaturas permanecem amenas e quinta-feira tem probabilidade de chuva fraca a moderada
Julho das Pretas: governos de MS e Federal debatem ações afirmativas e promoção da igualdade racial
Saúde realiza monitoramento das estratégias de vacinação para pólio e sarampo em MS
Investimento na agricultura familiar sobe 130% em edital de extensão da Fundect