Divulgação Fácil
Rivemat
Menu
Busca segunda, 04 de julho de 2022

Com R$ 9,4 milhões investidos pelo Governo do Estado, reforma do Morenão já está em andamento

A reforma do Estádio Universitário Pedro Pedrossian, carinhosamente conhecido pelos sul-mato-grossenses como "Morenão", já está a todo vapor.

12 junho 2022 - 17h14Por Portal do Governo de Mato Grosso do Sul

Com total de R$ 9,4 milhões investidos pelo Governo do Estado, por meio da Fundesporte (Fundação de Desporto e Lazer de Mato Grosso do Sul), o término da reforma está previsto para o fim do ano.

Nesta sexta-feira (10), o diretor-presidente da Fundesporte, Silvio Lobo Filho, acompanhou a vistoria da obra, liderada pelo promotor Luiz Eduardo Lemos de Almeida, titular da 43ª Promotoria de Justiça de Campo Grande. A visita também foi acompanhada pelo pró-reitor de Administração e de Infraestrutura da Universidade Federal de Mato Grosso do Sul (UFMS), Augusto Malheiros, e pelo pró-reitor de Extensão, Cultura e Esporte da instituição, Marcelo Fernandes.

 

Representantes do Ministério Público Estadual, UFMS e Fundesporte vistoriaram a obra da reforma do Morenão nesta sexta-feira (10)

“Queremos entregar o estádio com o gramado adequado, as arquibancadas e vestiários em condições, e toda a parte estrutural pronta para ser utilizada”, salienta o diretor-presidente da Fundesporte, Silvio Lobo Filho. “Há uma fiscalização constante, fase por fase, a Agência Estadual de Gestão de Empreendimentos (Agesul) acompanha, nós da Fundesporte também acompanhamos, por conta dos detalhes técnicos exigidos. Assim, ao final, a obra estará definitivamente regularizada”, conclui. 

O processo de revitalização foi dividido em três etapas: estrutura e banheiros, parte elétrica, e acessibilidade e pânico. “Conforme a devolutiva do doutor Luiz Eduardo Lemos, o andamento da obra está satisfatório”, declara o pró-reitor Augusto Malheiros. “Essa é uma edificação de mais de 50 anos e, mesmo assim, nos deparamos com uma estrutura muito boa, que resistiu a todo esse tempo. Evidentemente, há um desgaste, uma saturação nos materiais, e é por isso que há a necessidade dessa revitalização e manutenção”, continua. 

Para Malheiros, apesar de a previsão de entrega ser apenas no final do ano, existe a possibilidade de que o estádio seja utilizado antes. “Com algumas das fases executadas, o Morenão poderá ser usado para o futebol ou outros eventos. Porém, tudo depende de uma série de fatores, como o ritmo de obras e questões contratuais. Conforme o decorrer destes pontos, pode ser até que antecipemos a entrega”, finaliza.  

História

O Estádio Universitário Pedro Pedrossian (Morenão) foi construído em 1971, no campus da então Universidade Estadual de Mato Grosso (UEMT), que mais tarde viria a se tornar a UFMS. A obra foi batizada em homenagem ao dirigente do Estado na época, o ex-governador Pedro Pedrossian, falecido em 2017.

É o maior estádio de Mato Grosso do Sul, ocupando a 18ª posição em relação aos estádios brasileiros. O Morenão já foi sede de um jogo da Seleção Brasileira de Futebol contra a Venezuela, nas eliminatórias da Copa do Mundo de 2010, com o jogo terminando em um empate de 0x0.

Deixe seu Comentário

Leia Também

No acumulado dos últimos 12 meses MS gerou mais de 40 mil novas vagas de emprego
Socorro do Governo de R$ 1,2 milhão para estudantes da Rede Estadual mantém tarifa de ônibus congela
Governo do Estado nomeia 201 aprovados no concurso público da Secretaria de Saúde
Estudo de viabilidade da ferrovia Malha Oeste avança e licitação pode sair no segundo semestre