Rivemat
Divulgação Fácil
Menu
Busca terça, 15 de junho de 2021

Dia Nacional da Imunização: MS já passa de 30% de vacinados com primeira dose contra Covid-19

O Dia Nacional de Imunização é comemorado nesta quarta-feira (9) e tem como objetivo garantir que a população não deixe de se vacinar, principalmente, neste período de pandemia.

09 junho 2021 - 08h14Por Portal do Governo de Mato Grosso do Sul

O Governo do Estado, por meio da Secretaria de Estado de Saúde, realiza de forma simultânea, duas campanhas de vacinação: da Influenza e contra a Covid-19, além da imunização de rotina. Só em relação a vacinação contra a Covid-19, o Estado registra quase 33% de vacinados com a primeira dose e 13.47% com a segunda dose.

Para o secretário de Estado de Saúde, Geraldo Resende, a população não pode deixar de se vacinar. “Adultos, responsáveis por crianças e adolescentes, precisam ficar atentos quanto ao calendário de vacinação. A imunização de rotina é um serviço essencial disponível para população. Os profissionais que atendem nas salas de vacinação nas unidades de saúde são pessoas capacitadas e seguem um rigoroso protocolo de biossegurança. Então, não fiquem com medo, se vacinem! A vacinas salvam vidas. Assim, se chegar a sua vez, ‘não vacile, vacine’! Seja para a influenza, covid ou de rotina”.

Em Mato Grosso do Sul, Campanha de Imunização da Influenza já atingiu 29,00% de cobertura vacinal. A partir desta quarta-feira, 9 de junho, começa a terceira fase da campanha, vacinando indivíduos com comorbidades ou deficiências permanentes, caminhoneiros, trabalhadores do sistema rodoviário e portuário, forças de segurança e das Forças Armadas, funcionários do sistema prisional, população privada de liberdade e jovens de 12 a 21 anos que estão sob medidas socioeducativas.

Imunização contra a Covid-19

Em outra ponta, a Campanha de Imunização Contra a Covid-19 já atingiu a marca histórica de mais de um milhão de doses aplicadas somando a primeira e a segunda de vacina contra o Coronavírus. A tão esperada vacina iniciou no dia 18 de janeiro e atualmente já conta com 1.365.640 doses da vacina de três laboratórios diferentes: AstraZeneca, Coronavac e Pfizer. Deste quantitativo já foram aplicadas 1.304.863 de doses, sendo 926.509 de D1 e 378.354 de D2, conforme dados do Vacinômetro MS.

Segundo Geraldo Resende, a marca representa um fato histórico para Mato Grosso do Sul. “Isto mostra que somos eficientes na logística de distribuição e aplicação de doses. Mostra o quão queremos atingir a nossa meta de vacinar a nossa população o mais rápido possível. Para nós, estarmos em primeiro ou segundo lugar, é um evento histórico. Acredito que estamos marchando com muita velocidade para vencer este enfrentamento à Covid-19”.

Resende ainda lembra que as ações positivas são resultados de parcerias importantes, principalmente com os municípios. “Durante a pandemia, nós tivemos a colaboração de todos os secretários (as) municipais e prefeitos (as) dos 79 municípios. Pedimos a cada um deles, que avançassem na vacinação tanto nos finais de semana quanto nos feriados. Assim, estamos colhendo os frutos positivos, mas não podemos baixar a guarda e precisamos avançar ainda mais neste enfrentamento à Covid-19”.

A gerente técnica de Imunização da SES, Ana Paula Rezende Goldfinger, foi a primeira servidora que levou os imunizantes contra a Covid-19 para dar início a vacinação no Estado e viveu um misto de emoção. “A vacina contra a Covid -19 vem como uma esperança de dias melhores, mas nem todos estão tendo essa oportunidade ainda, uma vez que o imunizante ainda é escasso e não atende a todos infelizmente. Então, é necessário ainda que tenhamos cautela com o vírus”.

Secretário espera que até setembro de 2021, o Estado consiga atingir o percentual de 70% a 80% dos sul-mato-grossenses vacinados contra a covid-19. “Este é o nosso desejo, mas precisamos lembrar que as vacinas são encaminhadas pelo Ministério da Saúde para que os estados e municípios possam avançar nos seus esquemas vacinais. Assim, dependemos da disponibilidade de doses enviadas por eles”.

Histórico  

O ato simbólico da Campanha de Imunização Contra a Covid-19 ocorreu no dia no dia 18 de janeiro, quando quatro sul-mato-grossenses pertencentes à primeira fase determinada pelo PNI (Plano Nacional de Imunização), abriram a campanha. Na ocasião, o evento aconteceu na sede do Hospital Regional de MS, unidade hospitalar de referência no tratamento da doença. Representando os grupos prioritários foram vacinados: dois profissionais da saúde, uma indígena e uma idosa que mora em instituição de longa permanência e que receberam a primeira dose da vacina.

A primeira a ser vacinada foi a indígena Domingas da Silva, de 91 anos, da aldeia Tereré, em Sidrolândia, que na época rompeu o isolamento de meses apenas para ser vacinada. Pelo grupo dos idosos, a dona Maria Bezerra de Carvalho, de 83 anos, residente no Asilo São João Bosco foi a segunda a ser vacinada.

Já pelos profissionais de saúde de linha frente foram vacinados o médico Márcio Estevão Midom, de 43 anos, trabalha no Hospital Regional de Mato Grosso do Sul, unidade de referência no tratamento da pandemia, desde 2010. E por fim, a auxiliar de enfermagem Sandra Maria de Lima, de 50 anos. A vacinação para o público prioritário começou no dia 19 de janeiro de 2021.

Deixe seu Comentário

Leia Também

MS ultrapassa um milhão de pessoas vacinadas contra Covid-19 com primeira dose
Governo amplia vagas do concurso da Polícia Civil e nomeia 225 investigadores e escrivães
Semana começa com restrições em 43 cidades do MS; confira o que pode e não pode
Última semana de outono será de tempo firme e temperaturas agradáveis em MS