Menu
Busca domingo, 26 de maio de 2024

MS tem mercado de crédito saudável e ocupa primeiro lugar na oferta aos consumidores

15 maio 2024 - 08h43Por Portal do Governo de Mato Grosso do Sul

Mato Grosso do Sul ocupa a primeira posição no indicador "Qualidade de Crédito para Pessoa Física", do Ranking de Competitividade dos Estados 2023, elaborado pela organização não governamental CLP (Centro de Liderança Pública). O indicador, produzido a partir de dados do Banco Central, avaliou o percentual de modalidades não-emergenciais (consignado, habitacional, veículos e rural) para pessoa física.

De acordo com o diretor-presidente da CLP, Tadeu Barros, as modalidades de crédito consideradas no indicador, como consignado, habitacional, veículos e rural, estão ligadas à qualidade do crédito.

"O consignado, para citar um exemplo, é descontado diretamente da folha de pagamento, diminuindo o risco de inadimplência. Já o crédito habitacional e para veículos engloba a aquisição de ativos tangíveis (imóveis, carros, etc..) os quais permitem mais segurança para quem está emprestando o recurso. Por fim, o crédito rural é considerado de alta qualidade devido à natureza estável e indispensável do setor agrícola, além do apoio governamental associado a esse tipo de crédito", explica Tadeu Barros.

Ainda segundo o dirigente, tais modalidades de crédito evidenciam mais estabilidade financeira e responsabilidade por parte dos tomadores de recursos, incrementando a qualidade do crédito concedido. "Portanto, quanto maior sua participação no crédito total melhor será o perfil do mercado de crédito do Estado", analisa.

O Ranking de Competitividade dos Estados, ferramenta que reúne dados para auxiliar gestores públicos a diagnosticar problemas e elencar prioridades, já é utilizado por mais de 20 estados brasileiros.

Para o secretário-executivo da Segem (Secretaria Executiva de Gestão Estratégica e Municipalismo do Estado de Mato Grosso do Sul), Thaner Nogueira, os sul-mato-grossenses estão tendo acesso a linhas de crédito mais competitivas em comparação com outras regiões do País, evitando as altas taxas do cheque especial e do rotativo do cartão de crédito.

 

"Os recursos obtidos pelas pessoas físicas não apenas oferecem vantagens individuais, mas também têm um maior potencial para impulsionar a economia, reduzindo os pagamentos de juros em suas transações", complementa Thaner.

Recentemente, Mato Grosso do Sul também apresentou a segunda melhor taxa de investimentos (18,16%), no ranking da CLP de competitividade dos estados brasileiros.

No ano passado, o Estado recebeu o Prêmio CLP de Excelência de Competitividade 2023, na categoria “Destaque Boas Práticas”, com o programa “Contrato de Gestão”.

Deixe seu Comentário

Leia Também

Ordem do Dia: Seis proposições são aprovadas pelos deputados estaduais
Saiba quais são os bairros que estão na rota do fumacê nesta quinta
Prefeitura entrega sede própria para Grupamento Especializado de Motopatrulhamento de Campo Grande
Café com os conselheiros regionais do centro acontece neste sábado (25)