Rivemat
Divulgação Fácil
Menu
Busca sábado, 04 de dezembro de 2021

Novembro Azul: campanha chama atenção para cuidados com a saúde do homem

Desconstruir barreiras para incentivar o homem a cuidar de sua saúde, esta é a meta da Secretaria de Estado de Saúde para a Campanha do Novembro Azul 2021.

16 novembro 2021 - 09h54Por Portal do Governo de Mato Grosso do Sul

 Objetivo é inserir o debate acerca da saúde da população masculina na perspectiva da saúde integral do homem, ampliando o foco para além do câncer de próstata, uma vez que os homens se recusam a admitir a dor, agem com fortes sentimentos de autoproteção e dificultam a autopercepção para o tratamento de eventuais doenças. Isto, acaba afastando-os do cuidado com a saúde. Este ano a campanha quer que o homem procure uma unidade de saúde para se cuidar.

Para a secretário Estado de Saúde, Geraldo Resende, é importante quebrar esse paradigma. “A melhor maneira de mudarmos esse olhar é melhorando o acesso na Atenção Primária de Saúde por meio do acolhimento, desenvolvendo ações inclusivas, nas quais os homens considerem os serviços de saúde também como espaços masculinos, que os serviços também reconheçam os homens como sujeitos que necessitam de cuidados. Essa mudança precisa acontecer nestes locais, mas a população também precisa ter esse olhar mais atento para essas questões, afinal, ‘cuidar da saúde também é coisa de homem!’”.

Segundo a técnica da Saúde do Homem da SES, Fernanda Lamera, o Novembro Azul aparece justamente para atender às demandas daquele homem que apresenta o comportamento mais avesso às questões de saúde. “Essa campanha tem como intuito ver o homem como um todo chamando atenção da sociedade da importância da prevenção das doenças, quebrando tabus, provendo uma melhora na qualidade de vida. Vale ressaltar a importância da sensibilização dos profissionais de saúde para acolher e receber esses homens seja na atenção primária ou secundária de saúde”.

O Ministério da Saúde também recomenda outros tipos de ações para a Campanha do Novembro Azul como: reconhecimento dos homens como sujeitos na promoção da sexualidade responsável e no planejamento familiar; os benefícios do envolvimento ativo dos homens desde o planejamento reprodutivo, passando por todas as fases da gestação, parto e cuidados com o desenvolvimento do(a) filho(a), destacando que esta participação pode vir trazer saúde, bem-estar e fortalecimento aos filhos e a parceira; fortalecer a assistência básica no cuidado à saúde dos homens em relação as doenças prevalentes e seus agravos à saúde e a prevenção de violências e acidentes entre a população masculina.

Para reforçar a Campanha do Novembro Azul, além da caminhada realizada neste domingo (7), que contou com o apoio da Fundação de Desporto e Lazer de Mato Grosso do Sul (Fundesporte), do Corpo de Bombeiros Militar e Sanesul, a SES promove na próxima quarta-feira (10), às 8 horas, o Webnário Novembro Azul debatendo três temas relacionados à saúde do homem: 'Avaliação de Risco e Prevenção Cardiovascular nos Homens', ministrada pelo médico cardiologista e arritmologista, Guilherme Luis Bertão. Logo depois, vem 'Fatores de Risco e Prevenção Primária de Câncer de Próstata', ministrada pelo médico especialista em cancerologia, Jeferson Baggio Cavalcante. E por fim, 'Os Principais Tipos de Câncer na População Masculina', com o médico oncológico, Vitor Arce Cathcart. Para participar clique aqui.

Dados estatísticos

O Instituto Nacional de Câncer (Inca) estima que 65,8 mil homens devem ser diagnosticados com câncer de próstata neste ano no Brasil. A doença ocupa a primeira posição no Brasil e atinge principalmente, homens a partir dos 45 anos. Em Mato Grosso do Sul estima-se que apareçam por ano, 1,1 mil novos casos da doença para cada 100 mil habitantes. Por isso, a importância de realizar consulta de rotina em uma unidade de saúde.

Outro tipo de câncer considerado raro é o tumor de pênis que atinge homens a partir dos 50 anos, embora possa atingir os mais jovens também. Esta doença representa 2% de todos os tipos de cânceres que atingem o homem. O Atlas de Mortalidade por Câncer registrou em 2018, 458 casos no país.

O câncer da boca (também conhecido como câncer de lábio e cavidade oral) é um tumor maligno que afeta lábios, estruturas da boca, como gengivas, bochechas, céu da boca, língua (principalmente as bordas) e a região embaixo da língua. É mais comum em homens acima dos 40 anos, e a maioria dos casos são diagnosticados em estágios avançados. O Inca estima que dos 15.190 novos casos registrados, 11.180 deverão atingir homens.

O tabagismo e a exposição passiva ao tabaco são importantes fatores de risco para o desenvolvimento de câncer de pulmão, que segundo o Inca, dos 30.200 casos registrados, 17.760 são homens.

Novembro Azul

Novembro Azul é o nome dado ao movimento internacional criado para a conscientização do câncer de próstata e alertar os homens da importância do diagnóstico precoce. Criado em 2003, o mês de novembro foi escolhido, por causa do dia 17 de novembro que é o Dia Mundial de Combate ao Câncer de Próstata.

Deixe seu Comentário

Leia Também

Ponte Bioceânica vai ganhar nova data de lançamento; Bolsonaro e Marito participam
"Divida a Brincadeira": doações podem ser feitas até o dia 10 de dezembro
Autorizados concursos públicos para Iagro e Sedhast com 180 vagas
Servidores começam dezembro com salário na conta; segunda parcela do 13° será paga no dia 10