Rivemat
Menu
Busca sábado, 15 de maio de 2021

Pautada votação de cinco projetos na sessão ordinária desta terça-feira

Os deputados da Assembleia Legislativa de Mato Grosso do Sul (ALEMS) devem apreciar cinco matérias durante a Ordem do Dia desta terça-feira (27).

27 abril 2021 - 09h05Por Agência ALEMS

A votação de todas as propostas pode ser acompanhada ao vivo pelo canal 9 da Claro Net TV, TV ALEMSYoutubeFacebookRádio ALEMS e aplicativo Assembleia MS (Android/iOS). A sessão ordinária tem início a partir das 9h.

Em discussão única, está prevista a votação do Projeto de Lei 68/2021, de autoria do deputado Londres Machado (PSD). A proposta declara de Utilidade Pública a Associação Atlética Fatimassulense de Futebol, com sede e foro no município de Fátima do Sul. O parecer da Comissão de Constituição, Justiça e Redação (CCJR) foi favorável por unanimidade.

Projeto de Decreto Legislativo 20/2021, apresentado pela Mesa Diretora da ALEMS, prorroga, até 30 de junho de 2021, os efeitos do Decreto Legislativo 664/2020 - que reconhece a ocorrência do estado de calamidade pública em Bodoquena. A matéria também deve passar por discussão única e conta com parecer favorável por unanimidade da CCJR.

Deve ser apreciado em segunda discussão, o Projeto de Emenda Constitucional 2/2019 de autoria do deputado Zé Teixeira (DEM), em coautoria com o deputado Coronel David (Sem Partido). O documento altera o parágrafo 9º-A do artigo 27 da Constituição do Estado de Mato Grosso do Sul. O objetivo do projeto é ampliar a proibição de designação para função de confiança ou a nomeação para emprego ou para cargo efetivo ou em comissão de pessoa que pratique violência doméstica e familiar contra a mulher. Analisado pela Comissão Especial de Reforma Constitucional, o documento obteve parecer favorável.

As outras duas propostas pautadas estão previstas para primeira discussão. O Projeto de Lei 207/2020, do deputado Capitão Contar (PSL), dispõe sobre medidas de divulgação de informações sobre a contratação e o andamento da execução de obras públicas, no âmbito do Estado. A CCJR emitiu parecer contrário por maioria.

Já o Projeto de Lei 83/2021, encaminhado pelo Poder Executivo, acrescenta, altera e revoga dispositivos da Lei 4.640, de 24 de dezembro de 2020, que reorganiza a Estrutura Básica do Poder Executivo do Estado. O objetivo, segundo o governo, é “aprimorar as políticas públicas estaduais e possibilitar uma melhor articulação política” nos âmbitos federal, estadual e municipal. A proposta conta com parecer favorável por unanimidade da CCJR.

Deixe seu Comentário

Leia Também

Consórcio Brasil Central autoriza assinatura de contrato para importação da vacina Sputnik V
Novo lote de Coronavac vai acelerar imunização com segunda dose
Levantamento da Agraer abriu caminho para entrega de 1,1 mil títulos em assentamentos no MS
Nova fábrica vai alavancar economia de Ribas do Rio Pardo, avaliam moradores e comerciantes