Divulgação Fácil
Rivemat
Menu
Busca quinta, 20 de janeiro de 2022

Pesquisa do Procon/MS detecta diferença de 1.071,43% no preço de material escolar

A Superintendência para Orientação e Defesa do Consumidor (Procon/MS), divulgou pesquisa de preços de materiais escolares em Campo Grande, em que foi verificado variação de até 1.071,43%.

23 dezembro 2021 - 08h20Por Portal do Governo de Mato Grosso do Sul

O superintendente do Procon/MS, Marcelo Salomão, explica que a pesquisa tem como objetivo auxiliar o consumidor a encontrar os melhores preços na compra do material escolar. “Nossa intenção é ajudar a população e facilitar que nesse momento possam comprar os itens mais baratos em variados estabelecimentos”, disse.

O produto com maior variação foi o apontador plástico, com depósito, que foi encontrado por R$ 0,35 na Franco Papelaria e a R$ 4,10 na Papelaria Brasil, apresentado diferença de 1.071,43% .

O Item com menor variação de preço foi a Cola Escolar Simples 90 gramas, sendo encontrada por R$ 1,90 na Livromat  e R$ 1,95  na Franco papelaria e Papelaria Brasil, com diferença de 2,63%.

No comparativo de preços no intervalo de doze meses constatou-se que dos 164 itens, 136 apresentaram aumento de preços e 28 tiveram redução no valor. O produto com maior aumento de preço foi o Giz de Cera Gizão C/12 Unidades Piratininga, com 59,33% de alta. Já o produto com maior redução foi o lápis de cor grande C/24 Cis, que caiu 37,66% em um ano.

O Procon/MS realizou pesquisa entre 13 e 20 de dezembro em onze estabelecimentos. Os estabelecimentos pesquisados foram Franco, Lê, Livromat, Lusa, Moderna, Microart, Papelaria Brasil, São Paulo, Shop Tudo, Suprimac e Zornimat.

As planilhas podem ser acessadas aqui:

DIVULGAÇÃO MATERIAIS ESCOLARES

COMPARATIVO DE MATERIAIS ESCOLARES

Deixe seu Comentário

Leia Também

MS atinge 91% de vacinados acima de 18 anos e Riedel garante testes à população
Fortalecimento de políticas públicas provoca redução de 83,3% nos feminicídios cometidos na Capital
Saúde alerta para aumento na taxa de positividade e internações em Mato Grosso do Sul
Mais Social avança e programa ganha cinco carros novos na Capital