Rivemat
Menu
Busca sábado, 15 de maio de 2021

Sanesul apresenta modelo de parceria Público Privada aos municípios de Mato Grosso do Sul

Garantir o acesso à rede de esgoto a cada família sul-mato-grossense em um prazo de 10 anos é a meta da PPP (Parceria Público-Privada) feita entre Sanesul e a Ambiental MS Pantanal, empresa parceira na meta da universalização do sistema de esgotamento.

27 abril 2021 - 14h55Por Portal do Governo de Mato Grosso do Sul

As ações que serão desenvolvidas a partir do dia 5 de maio pela Aegea, através da empresa Ambiental MS Pantanal, foram apresentadas e discutidas pelos 68 prefeitos por meio de uma videoconferência nesta segunda-feira (26).

O diretor-presidente da Sanesul, Walter Carneiro Jr, abriu a videoconferência detalhando o modelo da PPP que vai garantir a aceleração dos investimentos e obras nos 68 municípios atendidos pela estatal no MS. “Esse modelo de PPP é pioneiro no Brasil. Várias companhias de saneamento do país já estiveram nos visitando na sede da Sanesul para conhecer os estudos feitos dentro da nossa empresa que resultaram nesta parceria. O que estamos vivendo hoje é resultado de um esforço pessoal do governador Reinaldo Azambuja que, cinco anos atrás, acreditou nesta proposta. A PPP (Parceria Público-Privada) entre a Sanesul e a Aegea já se consolidou como um marco na história do saneamento do país. Seremos o primeiro Estado do Brasil a ter o sistema de esgotamento sanitário totalmente universalizado. Isso significa mais saúde para nossa população e, consequentemente, mais progresso e desenvolvimento para cada um dos 68 municípios que receberão os investimentos a partir do segundo semestre deste ano”, comentou o diretor-presidente da Sanesul Walter Carneiro Jr.

Desenvolvimento para os municípios

Para o presidente da Associação dos Municípios do Estado de Mato Grosso do Sul, prefeito de Nioque Valdir Couto de Souza Jr, a Parceria Público-Privada proposta pela Sanesul irá alavancar o desenvolvimento nos municípios atendidos pela estatal. “Essa PPP não vai garantir só a universalização do sistema de esgotamento, mas sim, antes de tudo, levar desenvolvimento em diversas áreas da administração municipal. Começa pela saúde, interfere no IDH (Índice de Desenvolvimento Humano) das cidades e consequentemente aumenta a receita dos municípios.

“Estudos da Organização Mundial da Saúde (OMS) afirmam que a cada real investido no sistema de esgotamento sanitário, se economiza 4 reais em saúde, que é o grande gargalo da administração nos dias atuais. Essa diferença vai influenciar positivamente no caixa dos municípios, sobrando dinheiro para ser aplicado em outras áreas”, lembrou o presidente da Assomasul, Valdir Couto de Souza Jr.

 

Parceria de resultados

Para a Aegea, maior empresa privada do segmento de saneamento no Brasil, a parceria entre a Sanesul e a Ambiental MS Pantanal, já nasceu como um modelo a ser seguido por outros estados da federação. “Estamos presentes em todas as regiões do Brasil, atendendo hoje 126 cidades nos serviços de tratamento da água e do esgotamento sanitário. Até então, não tínhamos conhecimento de nenhum modelo como este apresentado pela Sanesul. A PPP (Parceria Público-Privada) que a Empresa de Saneamento do Estado de Mato Grosso do Sul propôs ao mercado de saneamento não é só um modelo, é sem dúvida a melhor operação do mercado para garantir acesso ao saneamento básico a todos. Estamos felizes em fazer parte desse momento histórico. Não temos dúvidas que em um curto espaço de tempo vamos atingir nossa meta de universalização”, garantiu o diretor Institucional da Aegea, Paulo Antunes.

Acelerar os investimentos

Os diretores da Ambiental MS Pantanal, empresa parceira da Sanesul para os próximos 30 anos, prestigiaram o evento que apresentou o modelo da PPP aos prefeitos dos municípios atendidos pela empresa de saneamento no MS. “Estamos felizes por fazer parte dessa parceria. Nosso papel nesse processo da universalização será acelerar os recursos que irão garantir o avanço das obras de saneamento. Já estamos com todo nosso time a postos nos 68 municípios e também nas 123 localidades atendidas pela Sanesul. Vamos dar continuidade ao trabalho bem executado pela empresa de saneamento do MS. Em 10 anos queremos ver todas as famílias sul-mato-grossenses atendidas com rede de esgoto”, comentou o diretor-presidente da Ambiental MS Pantanal, Celso Paschoal.

Modelo para o brasil

Depois de 5 anos de muitos estudos e levantamentos, a Sanesul apresentou ao mercado através de um pregão eletrônico, um modelo de PPP que atraiu várias empresas do segmento e que agora está sendo copiado por outras companhias de saneamento do Brasil. “O que vivemos hoje é fruto de muito esforço e dedicação. Queremos neste momento agradecer a cada um dos nossos colaboradores da Sanesul. Fazer parte deste momento histórico e servir de modelo para outras empresas do setor nos enche de orgulho. Ganha o Governo do Estado de Mato Grosso do Sul que sai na frente, ganha os municípios que serão atendidos num curto espaço de tempo e, principalmente, a população de nosso Estado, com mais saúde, qualidade de vida e desenvolvimento nas regiões”, finalizou o diretor presidente da Sanesul Walter Carneiro Jr.

Deixe seu Comentário

Leia Também

Consórcio Brasil Central autoriza assinatura de contrato para importação da vacina Sputnik V
Novo lote de Coronavac vai acelerar imunização com segunda dose
Levantamento da Agraer abriu caminho para entrega de 1,1 mil títulos em assentamentos no MS
Nova fábrica vai alavancar economia de Ribas do Rio Pardo, avaliam moradores e comerciantes