Menu
Busca segunda, 15 de julho de 2024

Escolas devem enviar planos de trabalho do "Mais Educação" até o dia 26 de abril

25 abril 2011 - 15h13

As escolas públicas de educação básica pré-selecionadas para participar, em 2011, do programa Mais Educação, podem aderir ao programa e apresentar planos de trabalho até 26 de abril. Em Mato Grosso do Sul são 102 escolas, entre estaduais e municipais.


 


Em todo o País, foram pré-selecionadas 16 mil escolas para receber recursos do programa, e a proposta do Ministério da Educação é atender 15 mil escolas e oferecer educação integral a cerca de 3 milhões de alunos neste ano. Até o momento, em torno de 14,3 mil estabelecimentos públicos de ensino aderiram.


 


O principal objetivo do "Mais Educação" é garantir às crianças da educação básica espaços e oportunidades de aprendizado. Para que seja aceita no programa e receba recursos do MEC, em média, R$ 37 mil por unidade escolar, a escola precisa informar o número de alunos a serem atendidos, indicar as atividades oferecidas, apontar quantos monitores serão necessários e quem vai coordenar a educação integral.


 


Os dados devem ser registrados no sistema de informações integradas de planejamento, orçamento e finanças do MEC (Simec), ao qual a escola tem acesso por meio de senha.


 


Com base na quantidade de estudantes informada pela escola, o MEC determina o valor dos recursos a serem enviados. O repasse, em cota única, cabe ao Programa Dinheiro Direto na Escola (PDDE), do Fundo Nacional de Desenvolvimento da Educação (FNDE).


 


Criado em 2007, o programa Mais Educação começou a funcionar efetivamente em 2008. Desde então, passou de 386 mil para 2,2 milhões de estudantes atendidos em tempo integral, especialmente no ensino fundamental urbano.

Deixe seu Comentário

Leia Também

Temperaturas permanecem amenas e quinta-feira tem probabilidade de chuva fraca a moderada
Julho das Pretas: governos de MS e Federal debatem ações afirmativas e promoção da igualdade racial
Saúde realiza monitoramento das estratégias de vacinação para pólio e sarampo em MS
Investimento na agricultura familiar sobe 130% em edital de extensão da Fundect