Menu
Busca sexta, 19 de julho de 2024

Peregrinos chegam ao Vaticano para beatificação de João Paulo II

30 abril 2011 - 17h21

Dezenas de milhares de pessoas de todo o mundo chegaram a Roma neste sábado para a beatificação do Papa João Paulo II, seis anos após a sua morte.


'É quase como se ele estivesse aqui', disse Enzo Arzellino, que viajou durante toda a noite de ônibus do sul da Itália com seu grupo paroquial para ver a beatificação no domingo.


No sábado, grupos de peregrinos, muitos vindos da Polônia, terra natal do Papa, lotaram a Praça de São Pedro levando bandeiras nacionais e cantando.


A praça de São Pedro, onde acontecerá a beatificação, foi enfeitada com retratos de João Paulo II e 27 bandeiras com fotos que mostram um evento em cada ano do seu pontificado.


Roma tem vivido uma grande agitação pela beatificação. A cidade está repleta de cartazes do Papa em ônibus, táxis e postes de luz, uma vez que a cidade espera uma das maiores multidões desde o funeral em 2005, quando milhões de pessoas foram à cidade para o evento.


O cardeal Stanislaw Dziwisz, que esteve ao lado do Papa por décadas como seu secretário particular, disse que estava emocionado com o número de jovens que já se encontravam na praça 24 horas antes da missa de beatificação.


O caixão do Papa João Paulo II foi exumado na sexta-feira das criptas abaixo da Basílica de São Pedro, e será colocado em frente ao altar principal. Depois da missa de beatificação no domingo, o caixão continuará na Basílica, que permanecerá aberta até que todos os visitantes interessados em vê-lo tenham feito isso.


Centenas de milhares de pessoas são esperadas para a missa, quando o sucessor de João Paulo II, Bento XVI, vai pronunciar em latim a declaração de que um dos mais populares papas da história como um 'abençoado' da Igreja.


 


Da redação

Deixe seu Comentário

Leia Também

Quer modificar o veículo? CTB prevê que customizações sejam autorizadas pelo Detran
Sala de acomodação sensorial garante espaço reservado para autistas no Bioparque Pantanal
Resiliência: Pantanal Sul-mato-grossense se revela um gigante cheio de vida
Parceria entre governos federal e de MS